equipeedition

Dropshipping Nacional vs Internacional: qual é a melhor escolha para o seu negócio?

Você está pensando em iniciar um negócio de dropshipping, mas está em dúvida entre o dropship internacional e o nacional? Se sim, você veio ao lugar certo! Neste artigo, exploraremos as diferenças entre essas duas modalidades e ajudaremos você a decidir qual delas se adequa melhor às suas necessidades comerciais.

A Evolução do Dropshipping no Brasil

No turbilhão do comércio eletrônico brasileiro, o dropshipping despontou como uma revolução por volta de 2017-2018. No entanto, a sua história remonta a uma década antes, em 2009-2010, quando pioneiros como Marcelo Menezes já estavam desbravando esse terreno fértil.

Naquela época, o dropshipping era um conceito nebuloso, no qual apenas alguns visionários ousavam explorar. Marcelo Menezes, entre eles, operava nos bastidores, vendendo cuecas diretamente da China para consumidores brasileiros. Sem as sofisticações tecnológicas de hoje, Marcelo acreditava na velha confiabilidade do e-mail para gerenciar as suas operações. Ele negociava com fornecedores, processava pedidos e coordenava envios, tudo manualmente, sem a ajuda de plataformas de automação.

No entanto, o verdadeiro boom do dropshipping internacional só ocorreu anos depois, quando o mercado brasileiro começou a adotar em massa essa prática. Sites de compras coletivas como Peixe Urbano e Groupon foram os primeiros a sentir o impacto dessa nova tendência, à medida que os empreendedores começaram a oferecer uma ampla variedade de produtos diretamente da China.

A facilidade de acesso a fornecedores estrangeiros e a relativa simplicidade do modelo de negócios atraíram uma onda de novos participantes. O dropshipping internacional tornou-se uma alternativa atraente para empreendedores que buscavam uma maneira rápida e fácil de iniciar um negócio on-line. No entanto, com o crescimento do dropshipping, surgiram desafios significativos. A concorrência se intensificou, os desafios fiscais se multiplicaram e as expectativas dos consumidores mudaram. O modelo, uma vez considerado revolucionário, agora enfrentava críticas e questionamentos. 

Entendendo o Dropshipping Internacional

O dropshipping internacional, embora tenha ganhado destaque no Brasil por volta de 2017-2018, possui raízes que remontam a anos anteriores. Essa prática, que consiste em vender produtos diretamente do fornecedor para o cliente, sem a necessidade de estoque físico, já era realizada mesmo antes de sua popularização mais recente. 

À medida que o tempo passou e a tecnologia avançou, o dropshipping internacional enfrentou uma série de desafios. A popularização de plataformas como o AliExpress e a mudança de hábitos de consumo dos clientes tornaram o modelo de negócio menos eficiente. O aumento das expectativas dos consumidores em relação ao tempo de entrega e a questões relacionadas à tributação e legalidade das transações internacionais também se tornaram obstáculos significativos para o dropshipping internacional no Brasil.

Desafios do Dropshipping Internacional

O dropshipping internacional, apesar de sua atratividade inicial, enfrenta uma série de desafios que dificultam a operação eficaz e lucrativa. Estes desafios incluem a logística complexa e o tempo de entrega prolongado, questões fiscais que podem levar à sonegação e problemas legais, além da crescente concorrência e dos custos adicionais associados à operação global. Veja quais são os tipos de obstáculos que não apenas testam a resiliência dos empreendedores, mas também faz com que a procura por outras alternativas mais viáveis aumente consideravelmente. 

Tempo de entrega prolongado

Uma das principais dores de cabeça no dropshipping internacional é o tempo de entrega estendido. Enquanto os consumidores modernos estão acostumados à conveniência da entrega rápida, as compras internacionais podem levar até 20 dias para chegar aos clientes. Essa espera prolongada muitas vezes resulta em insatisfação, pois os clientes anseiam pela gratificação instantânea de suas compras. Além disso, em um mundo onde a competição é acirrada e a expectativa de serviço é alta, cada dia adicional de espera pode levar à perda de clientes e danos à reputação da marca.

Questões fiscais

Outro grande obstáculo enfrentado pelo dropshipping internacional são as questões fiscais. Produtos enviados sem nota fiscal não apenas violam as regulamentações fiscais mas também podem levar a problemas legais graves, incluindo sonegação fiscal. Com os governos cada vez mais vigilantes e rigorosos na aplicação das leis tributárias, os empreendedores que se aventuram no dropshipping internacional correm o risco de enfrentar multas pesadas e até mesmo processos judiciais. Além disso, a falta de documentação fiscal adequada também pode minar a confiança do cliente, levando à perda de negócios e à reputação manchada.

Concorrência e custos adicionais

O aumento da concorrência e os custos adicionais associados ao dropshipping internacional representam outro desafio significativo para os empreendedores. Com o mercado saturado de fornecedores e vendedores, destacar-se da multidão e conquistar clientes tornou-se uma tarefa cada vez mais difícil. Além disso, as taxas de importação, tarifas de envio e outros custos logísticos adicionais podem rapidamente corroer as margens de lucro dos negócios de dropshipping internacional. Isso torna a operação no mercado global não apenas desafiadora como também financeiramente arriscada. Em um cenário no qual a eficiência operacional e o controle de custos são importantíssimos, o dropshipping internacional muitas vezes se revela uma aposta arriscada demais para muitos empreendedores.

A solução tem nome: Dropshipping Nacional 

O mundo do dropshipping oferece duas abordagens distintas: o internacional e o nacional. Enquanto o dropship internacional, popularizado por volta de 2017-2018, enfrenta desafios como longos tempos de entrega, questões fiscais e concorrência crescente, o dropship nacional emerge como uma alternativa mais ágil e eficiente. Veja alguns desses benefícios listados abaixo.

Velocidade de entrega

Uma das vantagens mais marcantes do dropship nacional é a velocidade de entrega. Ao contrário das longas esperas associadas ao dropshipping internacional, onde os produtos podem levar semanas para chegar aos clientes, os produtos nacionais chegam em uma semana ou até menos. Essa rápida entrega não apenas aumenta a satisfação do cliente, proporcionando uma experiência de compra mais gratificante, mas também ajuda a construir a confiança do cliente na marca e incentiva a fidelidade.

Conformidade fiscal para evitar problemas com a lei

Outra vantagem crucial do dropship nacional é a conformidade fiscal. Todos os produtos enviados no mercado nacional são acompanhados por notas fiscais, garantindo a legalidade e transparência das transações. Ao contrário do dropshipping internacional, onde a falta de documentação fiscal adequada pode resultar em sérias consequências legais, o dropship nacional oferece uma abordagem segura e livre de preocupações em termos de conformidade tributária.

Suporte ao cliente mais eficiente

Com processos mais transparentes e entrega rápida, o suporte ao cliente torna-se significativamente mais fácil de gerenciar no modelo de dropship nacional. A rapidez e eficiência na entrega de produtos, juntamente com a clareza proporcionada pela documentação fiscal adequada, permitem que os vendedores ofereçam um serviço ao cliente de alto nível. Isso não apenas fortalece os laços com os clientes existentes, mas também ajuda a atrair novos clientes, contribuindo para o crescimento sustentável do negócio.

Construção da sua marca

Uma das maiores vantagens do dropship nacional é a oportunidade de construir uma marca sólida. Ao oferecer produtos de qualidade e entrega rápida, os vendedores têm a chance de ganhar a confiança dos clientes e construir uma reputação positiva no mercado. A consistência na entrega e no serviço ao cliente ajuda a forjar uma identidade empresarial distinta, tornando-se um diferencial competitivo significativo em um mercado cada vez mais saturado.

Amplitude do alcance nos marketplaces

Além disso, vender em marketplaces como Mercado Livre, Shopee, Amazon e outros é mais acessível no modelo nacional. Essas plataformas representam uma grande parcela das vendas online no Brasil e oferecem uma oportunidade única para os vendedores alcançarem um público amplo e diversificado. Ao aproveitar os recursos e a infraestrutura desses marketplaces estabelecidos, os vendedores podem expandir seu alcance e aumentar significativamente suas oportunidades de vendas, contribuindo para o crescimento e sucesso de seus negócios de dropshipping nacional.

Comece no Dropshipping nacional hoje com a WEDROP!

Se o mundo do dropshipping nacional desperta o seu interesse, a WEDROP é a parceira ideal para transformar esse sonho em realidade. Com uma vasta gama de mais de 2000 itens disponíveis a preços de importador, oferecemos uma solução completa e acessível para os empreendedores que buscam ingressar nesse mercado dinâmico. Para dar o primeiro passo rumo ao sucesso, basta acessar este link clicável e se tornar um vendedor da WEDROP.